Girvan Dempsey sabe que o irlandês tem vantagem sobre os clubes ingleses

As primeiras acusações de que Bath estava agitando a bandeira branca, o segundo considerou uma declaração de intenção dos porta-estandartes do rúgbi europeu; o produto de um sistema centralizado que impulsiona o sucesso da Irlanda no clube e no nível internacional. Resumindo, Bath foi vilipendiado por jogadores rotativos, enquanto Leinster é frequentemente elogiado por isso quando isso significa que eles podem usar armas grandes, adequadamente descansadas, em pontos-chave da temporada. Os contratos centrais garantem a rotação dos jogadores, Sportingbet melhores bónus de apostas enquanto os interesses comerciais da Premiership contribuem para o atrito. E ninguém está mais ciente das diferenças do que Girvan Dempsey. Notícias da Copa dos Campeões Europeus: Maro Itoje retorna para os sarracenos. Leia mais

Há poucas empresas mais bem posicionadas para avaliar as estruturas contrastantes na Irlanda e na Inglaterra.Um homem de um clube como jogador, ele começou sua carreira em Leinster em 1996, terminando em 2009, antes de trabalhar com a academia por recomendação de Michael Cheika. Ele supervisionou a ascensão de jogadores como Tadhg Furlong, Garry Ringrose e Dan Leavy antes de passar três anos como técnico de defesa e sua captura por Bath durante o verão foi sem dúvida o mais astuto de negócios de qualquer clube da Premiership.

“É diferente, não faz sentido dizer que não é. A Premiership é altamente competitiva, há tantas equipes que são fortes e desafiadoras ”, diz Dempsey. “A abordagem na Irlanda é muito diferente, sempre foi sobre como administrar o tempo de jogo Sportingbet bónus de boas-vindas dos jogadores internacionais e seus minutos jogados, tentando fazê-los atingir o pico em diferentes fases e com isso rotacionar o time em diferentes fases da temporada.Isso é algo que Leinster tem feito nos últimos quatro ou cinco anos, massivamente facilitado por uma academia muito forte.

“Nacionalmente, a Irlanda se beneficiou de contratos centrais. Tem sido um veículo para ajudar em termos de bem-estar dos jogadores e gerenciamento de jogadores. Pelo menos 80% da receita vem do jogo internacional, então o IRFU sempre citou isso como o ápice, certificando-se de que a equipe nacional seja bem-sucedida e, então, tudo o mais resultará disso.As províncias têm trabalhado incrivelmente ao longo dos anos em termos de programas de desenvolvimento, mas a maneira como tem crescido tem sido enorme. ”Stuart Hooper para substituir Todd Blackadder em Bath em 2020 Leia mais

Dempsey não tem dúvidas quanto a Os benefícios da estrutura de cima para baixo na Irlanda, mas considerando que, com tanta freqüência, o foco está no resto dos jogadores experientes, como Johnny Sexton, Dempsey analisa o quadro mais amplo. “A maior coisa foi fornecer ao jogador a oportunidade”, acrescenta. “Ross Byrne é um excelente exemplo. Ele foi o homem do jogo no último fim de semana e ele tem a oportunidade de jogar quando Johnny Sexton não joga.

“Não foi apenas um caso de fazer mudanças no atacado e colocar um time completamente diferente, o que eu acho que foi feito sete, oito, nove anos atrás.Agora, a mentalidade das províncias é construir a profundidade e as combinações. Nos próximos dois anos, você verá mais redistribuição de jogadores.A Nova Zelândia fez isso e a Irlanda está olhando – Joey Carbery é o exemplo – porque o mais importante é que os melhores jogadores estejam jogando no Sportingbet jogos de futebol nível mais alto possível para ajudar a equipe nacional. ”The Breakdown: inscreva-se e receba Dempsey está adorando o bicampeão europeu de Bath contra o campeão em dezembro, mas reconhece a necessidade de seu novo time começar bem no sábado contra o Toulouse. “Sentimos que o nosso jogo está crescendo em ambos os lados da bola, mas vamos enfrentar um desafio muito diferente”, diz ele. “Toulouse não joga como qualquer outro time que enfrentamos na Premiership, mas isso é emocionante para nós”.